Azeite ajuda a reduzir a gordura da barriga

Não é milagre. É ciência! Uma nova pesquisa comprova que duas colheres diárias de azeite ajudam a eliminar a gordura abdominal, ou seja a gordura que está alojada na sua barriga, sim, finalmente foi descoberto que o azeite reduz a barriga, podendo ajudar quem está a precisar de perder peso. Depois de apelidado de “ouro líquido” por seus benefícios à saúde, foi descoberta mais uma vantagem sobre o consumo de azeite: ele impede o acumular de gordura na barriga. Incluir

Adolescentes com televisão no quarto, estudo assustador.

Na Universidade de Saúde Publica do Minnesota nos Estados Unidos foi levado a cabo um estudo onde os investigadores constataram que os adolescentes mais velhos que têm uma televisão no quarto são menos susceptíveis de se dedicarem a actividades saudáveis, como exercício físico, comer frutas ou vegetais e a desfrutar as refeições familiares. Ficou também provado que esses mesmos jovens consomem grandes quantidades de bebidas doces e fast-food, foram também classificados como grandes consumidores de conteúdos televisivos e lêem e

Excesso de peso na adolescência aumenta taxa de mortalidade

Segundo um estudo os adolescentes (14-19 anos) com excesso de peso têm uma maior taxa de mortalidade em adulto, consequência de um conjunto de doenças crónicas; endócrino, doenças nutricionais e metabólicas, doenças cardiovasculares, cancro do cólon e doenças respiratórias. Registaram-se também muitos casos de morte repentina neste grupo (excesso de peso). Os dados são de um novo estudo do Instituto norueguês de Saúde Pública (NIPH). A incidência de obesidade entre crianças e adolescentes aumentou em todo o mundo, mas os

Diabetes faz baixar esperança média de vida na próxima década

A diabetes, actualmente a quarta principal causa de morte na maioria dos países desenvolvidos, deverá conduzir, segundo previsões da Organização Mundial de Saúde (OMS), a uma redução da esperança média de vida já na próxima década, fenómeno que ocorrerá pela primeira vez em 200 anos. A situação resulta do facto da doença (diabetes) se manifestar cada vez mais cedo, com os seus efeitos – morte por enfarte ou por AVC, nomeadamente – a ocorrerem em idades cada vez mais precoces

Distúrbios alimentares em adolescentes

As refeições familiares podem ser uma das formas mais fáceis para evitar que adolescentes desenvolvam distúrbios alimentares e recorram a medidas extremas para controlar o próprio peso, segundo uma pesquisa da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, publicada na revista especializada Archives of Pediatrics & Adolescent Medicine. Segundo o estudo, os distúrbios alimentares – que incluem comer desordenadamente e provocar o vómito para perder peso – tornam-se mais comuns na passagem da adolescência para a vida adulta, e as refeições