Cérebro saudável, dicas e exercícios para o cérebro




O cérebro humano é a alma do seu sistema nervoso. Controla actividade involuntárias tal como a respiração, digestão, e o batimento cardíaco, que também é uma função automática do corpo humano. Este órgão também controla outras actividades conscientes que são consideradas actividades de ordem superior como raciocínio, abstracção, e pensamento. O cérebro humano é superior a qualquer outro cérebro de uma outra qualquer espécie conhecida.

O cérebro é também o centro sob o qual outras características humanas são definidas. A criatividade por exemplo, é uma característica associada ao cérebro. Tal como a personalidade. O cérebro deixa-nos tomar decisões e definir cores e cheiros. Este órgão controla também todas as outras actividades de percepção do corpo humano.

No entanto, o cérebro humano, por muito forte ou invencível que possa parecer, não irá permanecer assim para sempre. Tal como com qualquer outra parte do corpo, o cérebro humano envelhece e enfraquece com o passar do tempo. O estilo de vida e outros factores externos afectam a velocidade do processo de envelhecimento.

À medida que vai envelhecendo o cérebro vai ficando mais lento em termos de funcionamento e vai tendo cada vez mais dificuldades de se rejuvenescer. No entanto, existem formas de optimizar o funcionamento do cérebro reduzindo o impacto do envelhecimento no mesmo. Veja em seguida algumas dicas que o podem ajudar.

1 – Tenha um estilo de vida saudável




O cérebro é parte integrante da anatomia humana. É provavelmente o órgão mais importante do corpo, mas claro, todos sabemos que cada órgão trabalha para o correcto funcionamento de todos os outros. O cérebro está sempre sujeito ao estilo de vida que o seu dono leva.

No caso da pessoa gostar demasiado de álcool, pode não usufruir de todas as potencialidades do seu cérebro. O álcool e algumas outras substâncias destroem as células que compõem o cérebro. Sendo o cérebro um órgão que não pode ser substituído e que terá de viver com o seu durante toda a vida, convêm que o preserve. Portanto tente ter um estilo de vida saudável.

2 – Coma os alimentos certos

Comer os grupos alimentares certos irá claramente trazer benefícios para o seu cérebro. O cérebro é a parte mais activa do corpo humano. Mesmo quando um dorme, o cérebro permanece activo e vibrante. O seu cérebro irá agradecer se comer de forma equilibrada os grupos alimentares certos.

Infelizmente quando pensamos em melhorar a nossa dieta apenas o fazemos para melhorar o nosso aspecto exterior esquecendo-nos que quem mais beneficia com a nossa opção é mesmo o nosso corpo a nível interno.

3 – Dedique algum tempo ao exercício físico

O exercício físico não é apenas saudável para o seu corpo, é também bastante saudável para a sua mente. Como tal o seu cérebro beneficia em grande escala de um estilo de vida mais balanceado.

4 – Liberte-se do stress sempre que possa

Nos dias que correm com toda a competitividade e velocidade com que vivemos o nosso cérebro está sujeito mais do que nunca a pressões que podem trazer complicação no futuro. Tire pelo menos um dia por mês para relaxar, para esquecer os problemas e dormir uma noite tranquila.

Será como um respirar fundo para o seu cérebro. A meditação pode ser também uma forma de reduzir o stress, dedique algum tempo a aprender a meditar e verá que não se vai arrepender.

5 – Dedique algum tempo à leitura ou a actividades intelectuais

Porque o seu cérebro é como um músculo e precisa de exercício, dedique menos tempo à televisão e delicie-se com um bom livro ou então pondere alguns jogos como o xadrez. Lembre-se que quem passa demasiado tempo sentado sem exercício físico atrofia e perde elasticidade, com o seu cérebro acontece a mesma coisa quando não é estimulado.

cérebro humano é um órgão como outro qualquer, portanto vale a pena cuidar dele tal como cuida da sua pele ou da sua higiene diária, não só cuidar da parte física como da parte intelectual.

6 comentários

  1. Li superficialmente alguns conteúdos deste site, mas, a julgar pelo que andei lendo e vendo, considero-o de utilidade pública. Mais “cérebros e corações” precisam ter acesso a ele. Vocês estão de parabéns…

Deixar uma resposta